Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2009

Felicidade Interna

Falsa realidade é viver
Esperando por alguém que será
Ligeiramente seu e com
Insensatez machuca o peito
Corroendo-o depressivamente
Incomodando sem incomodar
Dando um ar de paz e
Angustia.
Deixando você cada dia mais
Enraizado de amor.

Inconstante fica a sua vida
Nitidez, não a conheces mais
Toma-te um escorregão
E ai está: tudo no chão.
Retomas a cabeça no lugar e
Notificas que tudo foi uma ilusão,
Acabou.

2002

É assim que eu quero...

De olhos claros e observadores
De cabelos longos de toda uma história
De boca cerrada e com mil declarações amorosas
De uma total concordância entre o pomo-de-adão
E a declividade de seus ombros.
De uma pela segurança exprimida
Em seus braços que me envolve
E me faz sonhar com alguém assim
Tão perfeito.
Onde a perfeição é a berração
E a deformidade é o que encanta, na verdade.
Não temas, pois sei que não vou te encontrar,
Já não existes mais no planeta azul
E nem ao sul da minha existência.

2002

Beleza

Bela beleza que na Sexta se acha
Se acha na pele preta
Se acha na certeza de quem sabe o que quer

Nega a beleza que não põe mesa
Que não traz felicidade
E nem sempre vem com a idade

Beleza pede licença à feiúra
Dá charme e formosura
Alegria à multidão

Não abro alas à beleza
Porque também traz tristeza
E suja o chão
O chão de quem não liga para essa metida

E vê que beleza não é só a riqueza na cara
Ah, é a pura raça
É a coragem de viver.

17/01/2002